• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!
image

Como a TI pode promover uma cultura organizacional de consumo consciente e redução de custos

Neste breve artigo explico como uma iniciativa de TI pode impactar a cultura organizacional de grandes companhias, trazendo uma significante redução de custo.

Como fundador e CEO da Guiando tenho o privilégio de conhecer grandes profissionais das quase uma centena de multinacionais que atendemos. Há cerca de 3 anos Márcio Abreu, executivo da Anglo American, me fez enxergar o valor que entregamos a nossos clientes sob uma nova perspectiva.

Ele apresentou nosso case para um grupo de executivos de TI e um trecho de sua fala ficou em minha mente: "O mais importante deste trabalho não é o montante em economia (estávamos falando de valores acima de R$ 1 milhão) . Dentro de uma operação como a nossa (mineração) esse valor é pouco expressivo, porém isso sinaliza a todos na empresa uma preocupação forte em controle e redução de custos. E o resultado disto é muito maior."

Márcio estava falando de Cultura. De como potencializar uma cultura de preocupação com custos. Não em telefonia, mas em tudo.

Sua colocação ecoou forte em uma estratégia que já vínhamos estudando: Qual não seria o impacto se tratássemos várias outras despesas, já que conseguíamos impactar a cultura tratando apenas telecom,

A cultura de uma organização é uma força da natureza. Tão poderosa que dificilmente pode ser controlada por uma "Política Interna", um "Código de Conduta" ou qualquer regra que tente ir contra o que a sua cultura determina.

"Culture eats strategy in breakfast." Peter Drucker

Qual não seria o resultado final para as grandes companhias se cada gestor, cada colaborador, soubesse exatamente quanto eles geraram de despesas gerais? Seja com telefone, com impressão, com software, locação de automóvel, viagem, cartão corporativo, etc.

Quantos gestores não iriam identificar recursos desnecessários atrelados a sua equipe? Quantos colaboradores não levantariam a mão para apontar que estão sendo cobrados por softwares que não utilizam? Quantos teriam mais consciência ao solicitar uma viagem com mais antecedência pois geram um gasto médio de passagem aérea acima da média?

E onde isso pode parar? Na cultura organizacional! O fortalecimento de uma cultura que prega o consumo consciente e a redução de custos. Em tudo.

Após alguns meses de estudos e pesquisas entramos de cabeça na expansão de nossa ferramenta lançando a primeira versão no IT Forum 2017. Em alguns dias, no IT Forum 2018, lançaremos a nova versão.

Leia também: Muito além de Robotic Process Automation (RPA)

Alguns dos exemplos citados acima ainda são conceitos. Objetivos que estão sendo perseguidos e serão entregues gradativamente em nossa ferramenta mas, o mais importante, é que mesmo na versão atual já identificamos grande valor agregado entregue e impacto positivo para nossos clientes.

Como tudo que é novo, não temos muitos modelos a seguir e isso nos faz revisar os caminhos constantemente. Nossos clientes nos ajudam a enxergar prioridades e nosso time de Marketing e P&D utiliza esta visão de mercado para traçar as melhores estratégias de produto. Vou detalhar melhor sobre essa nossa jornada de inovação e reposicionamento de produto em um outro texto.

Nossa experiência mostra que a Tecnologia da Informação é o canal mais adequado para trazer essa transformação digital para as grandes companhias, influenciando fortemente uma cultura de consumo consciente.

TI das grandes empresas vem cada vez mais deixando de ser vista como provedora e administradora de infraestrutura e passando a ser reconhecida por impactar os seus resultados diretamente.

Ficarei feliz em dedicar um pouco do meu tempo para conversar sobre como a Guiando pode ajudar neste processo. Comente abaixo a sua opinião.

Rodrigo Schittini, fundador e CEO da Guiando

 

TWM - Telecom Web Manager

Comentários

Comente você também